quinta-feira, 27 de junho de 2013

Behemoth, demônio e alegoria Biblica



Behemoth é o nome de uma criatura fantástica descrita na Bíblia, no Livro de Jó, 40:15-24. No idioma hebraico é transcrito como בהמות, Bəhēmôth,Behemot, B'hemot; em Árabe بهيموث (Bahīmūth) ou بهموت (Bahamūt).
Sua descrição é tradicionalmente associada à de um monstro gigante, podendo ser retratado como um leão monstruoso, apesar de alguns criacionistas o identificarem como um saurópode ou um touro gigante de três chifres. Em uma outra análise vemos este como um animal pré-histórico muito conhecido como braquiossauro. Os relatos no livro de Jó, capítulo 40 (Bíblia), apontam para este grande herbívoro. Esta criatura tem um corpo couraçado e é típica dos desertos (embora "Behemot" também seja como os hebreus chamavam os hipopótamos).

Contemplas agora o beemote, que eu fiz contigo, que come a erva como o boi. Eis que a sua força está nos seus lombos, e o seu poder nos músculos do seu ventre. Quando quer, move a sua cauda como cedro; os nervos das suas coxas estão entretecidos. Os seus ossos são como tubos de bronze; a sua ossada é como barras de ferro. Ele é obra-prima dos caminhos de Deus; o que o fez o proveu da sua espada.
Em verdade os montes lhe produzem pastos, onde todos os animais do campo folgam. Deita-se debaixo das árvores sombrias, no esconderijo das canas e da lama. As árvores sombrias o cobrem, com sua sombra; os salgueiros do ribeiro o cercam.
Eis que um rio transborda, e ele não se apressa, confiando ainda que o Jordão se levante até à sua boca. Podê-lo-iam porventura caçar à vista de seus olhos, ou com laços lhe furar o nariz?
Segundo a tradição judaica ortodoxa, sua missão é esperar pelo dia em que Deus lhe pedirá para matar o Leviatã, uma criatura marinha tida por alguns como parecida com uma baleia. As duas criaturas morrerão no combate, mas o Behemoth será glorificado por cumprir a sua missão.

O nome é o plural do hebraico בהמה, bəhēmāh, "animal", com sentido enfático ("animal grande", "animal por excelência"). Na tradição judaica ortodoxa, Beemote é o monstro da terra por excelência, em oposição a Leviatã, o monstro do mar, e Ziz, o monstro do ar. Diz uma lenda judaica que Beemote e Leviatã se enfrentarão no final dos tempos, matando-se um ao outro; então, sua carne será servida em banquete aos humanos que sobreviverem.  Wikipedia


Tem duas fitas para o Behemot.

Uma é o hipopótamo e outra o dragão ou alguma espécie de dinossauro. 
Não um dragão ou animal comum e sim um dragão que pastava.
 O dragão comum era carnívoro como o Tiranossaurus Rex.
Além disso, o mesmo é um demônio assim como Leviatã.

O Leviatã é o demônio do mar como todos sabem e o Behemote é o demônio da terra
É uma egregora que trabalha com Samael e Samarom.
A ação deste ser hoje é na bebedeira

Ele leva as pessoas ao vicio da bebida tirando ela da vida normal, tipo um escape; a pessoa busca um escape quando faz isso bebendo de forma demasiada deixa Behemot controlar a mente dela.

É o demônio da terra
O demônio dos canaviais, de onde vem a ligação mágica dele com as bebidas.

Sobre Leviatã ser morto por Behemot já entramos no mundo da simbologia, alegoria.

Olhem só:
 Behemot, hipopótamo.

Tribo de Efraim, símbolo hipopótamo.


Esta tribo ou Behemote, hipopótamo que vai destruir o Leviatã, ou seja, os governos da terra, a política atual.

É a guerra de Joel, a quarta guerra mundial, comandada por Efrahim.
Libertando Jerusalém do Dajjal.

Ou seja, temos que separar o que é alegoria e o que não é da bíblia.

Por exemplo, o peixe que engoliu Jonas, que muitos dizem ser o Leviatã na verdade era um OSNI,
um Objeto da raça de Oanes. Ele foi forçado a lançar Jonas no Iraque

O Behemote é um demônio, ao mesmo tempo é o Hipopótamo que era nome de Behemote em Israel
este animal foi nativo de Israel a 4.000 anos e é o símbolo de Efrahim. Ele é 3 coisas.
É uma questão de estudar alegoria.

Estes animais são tanto físicos, como são símbolos e ao mesmo tempo são demônios.

Isso ocorre muito na bíblia.
Tipo El, é tanto o nome do Altíssimo.
Como o nome do deus pagão cananeu, solar.

Note também que o Anjo da Morte Samael e o anjo do Eterno Shamael têm quase o mesmo nome e lutam na mesma hierarquia, de Aser. Mas são seres inimigos entre si, são a morte e a vida.

Shamael é a vida, a presença de Deus.
E Samael é a morte, a presença de Satã.

Note que o nome Aser, da tribo também é nome de um demônio, Asera, a deusa pagã dos cananeus.

2 comentários:

  1. Quando DEUS falou do beemot ele estava se referindo a um dinossauro

    ResponderExcluir
  2. Quanta bobagem escrita. Pra que tanto fanatismo? Transformar a criatura em demônio da bebedeira? Parabéns a igreja universal quite transforma servos em cegos

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...