sexta-feira, 11 de abril de 2014

Amaldiçoai a Meroz, diz o anjo do SENHOR



Judaísmo mistico
Salmos 145:13 na tradução direta do Hebreu diz assim; 
O seu REINO e o REINO de todos os mundos.

JUIZ 5:23
Amaldiçoai a Meroz, diz o anjo do SENHOR, acremente amaldiçoai aos seus moradores; porquanto não vieram ao socorro do SENHOR, ao socorro do SENHOR com os valorosos.

MEROZ é o nome de uma estrela.
O talmud esta dizendo habitantes de um planeta chamado Meroz.

O Homem no centro do universo?
Os antigos reconhecem que há uma vasta constelação de estrelas e de vários planetas no espaço e que são bem maiores que o planeta terra . Esta pergunta já foi perguntada no Salmo 8.

Salmo 8:3= Quando vejo os teus céus, obra dos teus dedos, a lua e as estrelas que preparaste;
8:4 = Que é o homem mortal para que te lembres dele? e o filho do homem, para que o visites?
8:5 = Pois pouco menor o fizeste do que os anjos, e de glória e de honra o coroaste
8:6 = Fazes com que ele tenha domínio sobre as obras das tuas mãos; tudo puseste debaixo de seus pés


É fundamental sempre citarmos as fontes corretas sobre todo e qualquer assunto de Torá. A explicação sobre o assunto de Meroz foi de fato proferida pelo Lubavithcer Rebe, em uma sichá no verão de 1969.

O Rebe explica, que baseado no Livro de Shoftim (Juízes), capítulo 5, a profetiza Devorah canta uma canção de louvor para D-us por Ele ter ajudado Barak ganhar a batalha contra seu inimigo, Sísera. No verso 20 ela canta: "As estrelas em seus caminhos lutaram contra Sísera". No verso 2 ela continua, "Amaldiçoado seja Meroz, disse o anjo do Senhor, amaldiçoado amargamente seja seu habitantes, pois eles não vieram para ajudar o Senhor (...) contra os poderosos homens".



E quem é Meroz? De acordo com uma opinião do Talmud, trata-se de um planeta (ver Tratado Moed Katan 16a). Desta maneira, os "habitantes de Meroz" indica vida inteligente em um outro planeta.

O contexto no qual a referência sobre Meroz é encontrada, faz o Talmud definí-la como um planeta (e não uma cidade vizinha), uma vez que é precedido pelo verso que diz: "as estrelas em seus caminhos lutaram contra Sísera". Portanto, segue que Meroz se refere a um corpo celestial no qual os habitantes não vieram ajudar a Barak.


O assunto de livre arbítrio é trazido também pelo Rebe:

"Se qualquer forma de vida extraterrestre for descoberta, estes serão formas de vida não humanas. Isto é baseado na crença Bíblica que a vida humana, outorgada com o poder do livre arbítrio entre o bem e o mal, foi oferecida desta maneira exclusivamente sobre Adam e Chava na Terra (...). A raça humana é única no sentido em que a ela foi dada o livre arbítiro e a Torá, a palavra e Lei de D-us, através da qual, pode ser conhecido o certo do errado. (...) Toda e qualquer descoberta extraterrestra somente intensificaria nossa responsabilidade de proteger, refinar, e elevar todo o Universo e a totalidade de seus elementos - mineral, vegetal, e animal - e assim transformá-los em canais de energia Divina, utilizando-os para viver uma vida melhor e mais virtuosa".


Tem um Midrash que fala sobre Shemchazai e diz que certa vez ele viu uma menina que se chamava Istehar; olhando profundamente em seus olhos, ele a disse: "Ouça-me!". Mas ela disse: Eu não te ouvirei até que tu me ensines o Nome pelo qual tu és capaz de subir aos céus assim que é pronunciado. Ele a ensinou o nome impronunciável. E o que ela fez? Ela pronunciou o nome e foi levada aos céus! O Santo, Bendito seja, disse: "Já que ela foi embora do pecado, vai e coloca ela entre as estrelas."


É ela que brilha no meio das estrelas das Plêiades. Para que seja sempre lembrada

Meroz é citado como um planeta com população própria e (não apenas) Inteligência vivendo lá. Os habitantes de Meroz foram amaldiçoados (* חרם) por não terem ajudado Israel em uma batalha (física) com os Cananeus (Juízes 5:23). Meroz fica localizado na Constelação de Sisera.


A Gemara em Nidah (30a) ensina que quando uma criança é concebida, o mal'ach (anjo, mensageiro) chamado Layla pega o embrião recém-formado e leva à Corte Celestial que decreta sobre o feto todas as qualidades que a pessoa terá, exceto a qualidade de Yir'at Shamayim (temor aos Céus).

A Gemara fala de Rebbi Yochanan que ensinou que quando Abraham Avinu lutou na Guerra dos Quatro Reis, ele teve auxilio do mal'ach chamado Layla. Rebbi Yitzchak Nafcha diz que Abraham teve assistência das estrelas.

Avraham perseverou simplesmente porque ele e sua nação estão acima da ordem natural do mundo, como ensina a Gemara em Shabat (156a) sobre Abraham quando diz que ele teve filhos mesmo que não se esperasse que ele pudesse tê-los. Essa é a alusão da Gemara, quando diz que Layla lutou na causa de Abraham. O mesmo mal'ach que deu o destino a Abraham ainda quando era um embrião, agora veio para mudar seu destino.


18.000 planetas são habitados (Avoda Zara 3a), só não sei dizer se é na nossa galáxia ou no universo inteiro... No Sefer Haberit diz que não se pode esperar que as criaturas de outros planetas assemelhem-se com as que vivem na Terra, não mais que as criaturas do mar assemelham-se com as da terra (-firme).


O Tikunei Zohar afirma que no mundo vindouro cada tsadik (justo) governará uma estrela, e portanto terá um planeta só para si. Os 18.000 mundos mencionados em um post anterior seria portanto o número dessas "estrelas", governados pelos 18.000 tsadikim aludidos no verso (Ezekiel 48:35), "Ao Seu redor estão 18.000." No entanto, estes devem se referir apenas aos planetas visitados diariamente pela Shechiná (Presença Divina), mas deverá existir também inumeráveis mundos (habitados) para os tsadikim menores. 

Uma vez que sabemos que estes planetas foram criados para ser uma futura morada para os tsadikim, podemos naturalmente nos perguntar como eles serão transportados para seus novos lares. No entanto, o Talmud nos responde essa pergunta quando se discute a passagem (Isaias 40:31), "Eles subirão com asas como águias". O Talmud afirma que no Olam Habá (Mundo Vindouro) o Eterno concederá "asas" aos justos para escapar da Terra. O Zohar dá um passo à frente e afirma que "O Eterno os dará asas para voarem por todo o universo".





Um comentário:

  1. No último parágrafo o zohar diz que D'us dará asas para os justos escaparem da terra. Porque os justos terão que escaparem da terra ? O estará ocorrendo na terra ?

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...